Make your own free website on Tripod.com

O MUIRAQUITÃ

 

Texto: Walcyr Monteiro.

Você sabe o que é muiraquitã?

Muiraquitã é o nome que os índios davam a pequenos objetos, geralmente representando uma rã, trabalhados em pedra de cor verde, jadeíta ou nefrita, podendo existir em outros minerais e de outras cores. Conhecidos desde os tempos da descoberta, foi entre os séculos XVII e XIX que se tornaram mais procurados, sendo atribuídas qualidades de amuleto ou talismã e ainda virtudes terapêuticas. O muiraquitã atraía sorte para os seus possuidores e também curava quase todas as doenças.

Mas... qual a origem do muiraquitã? Por que se atribuíam tantos poderes a um simples pedaço de mineral?

Encontrado principalmente na região do baixo Amazonas – por conseguinte justamente nas adjacências da foz do Rio Nhamundá, de cuja confluência com o Rio Amazonas pretensamente Orelhana encontrara mulheres guerreiras – o muiraquitã deu muito o que falar e gerou muitas controvérsias. Foi contestada inclusive sua origem, que não seria amazônica e sim asiática... Mas aqui não se vai discutir a origem arqueológica! O que nos interessa é saber como o muiraquitã entra na história e no lendário da região...!

Autores há que afirmam que Orelhana, cuja aventura vimos antes, não combateu com mulheres. Na verdade, teria se defrontado com uma tribo de índios encabelados, os quais, na guerra, eram auxiliados pelas mulheres, daí Orelhana Ter se confundido. Mas outros, inclusive o Frei Gaspar de Carvajal, que participou da expedição, dão o testemunho da existência das mulheres guerreiras, no que são acompanhados por descrições de diversos índios... Mas estes não falavam em amzonas, até porque não sabiam o que significava. Os índios fsalavam em Icamiabas, que significa "mulheres sem marido".

As Icamiabas viviam no interior da reghião do Rio Nhamundá, sozinhas. Ali, eram regidas por suas próprias leis. Durante muitos anos foram procuradas por diversos estudiosos e exploradores, porém nunca foram encontradas. A região era denominada por estes aventureiros de País das Pedras Verdes e era guardada por diversas tribos de índios, das quais a mais próxima das Icamiabas era a dos Guacaris. E por que a denominação de páis das pedras País das Pedras Verdes? Porque era justamente daí que se originavam os muiraquitãs, as famosas pedras verdes... Dizia-se que as Icamiabas realizavam uma festa anual dedicada à lua e durante a qual recebiam os índios Guacaris, com os quais se acasalavam. Depois do acasalamento, mergulhavam em um lago chamado Iaci-uaruá (Espelho da Lua) e iam buscar, no fundo, a matéria- prima com que moldavam os muiraquitãs, os quais, ao saírem da água, endureciam. Então presenteavam os companheiros com os quais tinham feito amor... Os que recebiam, usavam orgulhosamente pendurados ao pescoço. No ano seguinte, na realização da festa, as mulheres que tinham parido ficavam com as filhas e entregavam os filhos para os guacaris...

Fantasia? Obra da imaginação? Patranhas de viajantes, cronistas e aventureiros? Hoje, tantos anos depois, é difícil de julgar. Mas os muiraquitãs existem:estão aí a enfeitar museus ou nas mãos de colecionadores particulares...Amazonas ou Icamaibas, a lenda foi tão forte que designou um rio, um estado da Federação e a toda uma região. Pode até não Ter fundo de verdade, mas que é linda é! Já pensou o que é fazer amor com uma bela mulher numa noite enluarada, à beira de um lago a espelhar a lua, em plena selva? E ao fim ainda receber de presente um muiraquitã ? Se não é verdade, deveria ser!

De qualquer forma, quando se pronuncia Amazônia, não se pode deixar de pensar em muiraquitã e em mulheres guerreiras, mas também amorosas, como aliás são as mulheres da Região Amazônica...

 

Informações sobre o autor.
Copyright © 2000 [Oscar Gislael]. Todos os direitos reservados.
Revisado em: 15 junho, 2000 .